Namastê (Significado, origem e outras versões)

Atualmente ouvimos muitas pessoas falando e se cumprimentando com um Namastê, mas qual é o verdadeiro significado da saudação e como ela está conectada com a energia e espiritualidade?

A origem da palavra vem do sânscrito: Namas  (curva-se), te (você).  Assim, o significado é: Curvo-me perante a ti. A saudação é muito usada em regiões da Índia e Nepal onde  as pessoas se cumprimentarem com um Namastê e se despedem de forma gentil ao colocar as mãos a frente do coração. O gesto não está conectado a nenhuma religião específica, mas é utilizada com hindus, sikhs, jainistas e budistas.  Namastê é uma forma de expressar um grande sentimento de respeito pelo outro.

Além da origem prática da saudação, o Namastê tem uma forte conexão espiritual. É uma forma de ver no “outro” o seu Ser Divino. Ao fazer um Namastê, reconhecemos e saudamos o Ser Divino que habita dentro de cada um.  Segundo Master Choa Kok Sui, uma breve explicação do Namastê é reconhecer e respeitar a Divindade em cada pessoa. Assim, nos conectamos com a Unidade Divina, que vai muito além da conexão corpo-ego-mente.

 

Como fazer a saudação Namastê:

Se possível, faça em dupla. Coloque as mãos juntas no coração. Olhe profundamente nos olhos do seu parceiro. Os olhos são as janelas da alma, e as janelas para a alma. Silenciosamente diga, “Eu saúdo a divindade em você, a natureza Crística e Búdica em você. Atma Namastê!”

Permaneça consciente e atendo. Olhe para o seu parceiro por alguns minutos. Você pode experimentar e sentir a divina presença da pessoa a sua frente.  Você pode até sentir a energia do Amor Divino e Bem  – Aventurança.  Para uma versão mais profunda conectada com o EU SOU, pesquise no livro: Meditação para a Alma Superior, Master Choa Kok Sui.

Caso queira praticar o Namastê com uma pessoa que está longe, você pode mentalizar essa pessoa a sua frente, olhar nos olhos dela e fazer a mesma afirmação explicada anteriormente.

Praticar a saudação antes de iniciar uma conversa ou uma aula é indicado para fortalecer a conexão espiritual, para ver no outro uma conexão além do ego, uma conexão mais divina. E ainda, pode ser utilizada no final, para agradecer pelo momento e troca de experiências.

O Namastê também pode ser feito com um professor espiritual para fortalecer a conexão divina entre Guru e discípulo.

“Eu honro o lugar em você que é o mesmo em mim,

Eu honro o lugar em você onde todo o Universo reside,

Eu honro o lugar em você de Amor, Luz, da Paz e Verdade,

Eu honro o lugar em você que é o mesmo em mim,

Há apenas Um.”

Namastê!

 

Pode-se fazer o Namastê a si próprio como uma técnica de meditação para atingir o chackra do coração e se conectar com o Ser Divino. Quando feita a outra pessoa, pode conectar ambas energias de forma amorosa.  Para um aluno e professor, o Namastê permite que dois indivíduos encontrem-se energeticamente para estabelecer uma conexão eterna, livre da obrigação ego-corpo. É feita com um sentimento profundo no coração e com a mente tranquila. Uma profunda união pode florescer.

 

Anjali Mudra

Mudras são posições ou gestos feito com as mãos que possuem o poder de ilustrar certo estado da consciência. É muito utilizado na prática de Yoga associado a determinado ásana (postura).

Ao colocar as mãos juntas em frente ao coração em Namastê ou também ao colocar as mãos juntas a frente do peito para fazer uma oração, estamos praticando o Anjali Mudra.

Ao conectar ambas as mãos no centro do coração, você também está conectado a parte direita e esquerda do seu hemisfério cerebral.  Esse é o processo yogui de unificação. Na Yoga o corpo é visualizado do ponto de vista energético e espiritual, o coração energético e espiritual é visualizado como uma flor de lótus no centro do peito. O Anjali Mudra alimenta e preenche essa flor de lótus no coração com consciência e com gentileza, encorajando-a a abrir, como a água e a luz faz com uma flor.

Praticar o Anjali Mudra também pode trazer clareza mental, força, vitalidade e paz interior.  Feche os olhos e faça o mudra, colocando ambas as mãos a frente do peito. Faça uma respiração profunda e sinta a conexão divina, após alguns instantes, faça afirmações que deseja no momento como: clareza mental, vitalidade, força, paz, amor, alegria.. Aguarde um momento e receba as bênçãos.

Ao fazer um Namastê, trazemos as mãos na posição do chackra do coração para aumentar o fluxo de Amor Divino. Arquear a cabeça e fechar os olhos é uma forma de humildade e ajuda a mente a render-se ao Divino no coração e receber bênçãos divinas.

 

 

 

Outras formas de saudação: Namaskar e Pranam

A saudação Namaskar também é muito comum na Índia, tendo o mesmo significado do Namastê só que é utilizada de uma maneira mais formal.

Já o Pranam tem a sua origem em sânscrito: pra “completo’’ e nam ‘’saudação’’.  Com as mãos juntas ao coração, essa saudação é uma reverência a Deus e a Divindade em cada um.  As mãos juntas e unidas representa a união entre duas almas, curvando-se a cabeça representa a humildade.  A ação tem o significado: “Eu entrego com profundo respeito ao Todo Amoroso, Todo Poderoso e o Deus Onipresente em você.”

Fazer essa saudação tocando as mãos primeiramente no coração, e após na testa, significa devoção a uma pessoa ou a Deus. As mãos significa ação, o coração significa o amor, e a testa significa sabedoria.

Para mais informações e ensinamentos mais profundos sobre o Namastê, a Casa Om oferece o curso Alcançando Unidade com a Alma Superior, onde os alunos aprendem a se conectar com o Ser Divino que há em cada um. Para mais informações sobre cursos acesse a nossa agenda:  AGENDA CASA OM

Atma Namastê a todos vocês!

 

O Blog da Casa Om é escrito por Terapeutas Prânicos e Arhatic Yoguis que estão sempre em busca de novas experiências e conhecimentos na área de espiritualidade.

Gostou desse post? Então vamos compartilhar esse conhecimento e energia para mais pessoas! 😉

Deixe um comentário nos contando a sua opinião!

 

Fonte de Pesquisa:

Livro: Meditação para a Realização da Alma, Master Choa Kok Sui.

Livro: Mudras Yoga in your hands, Gertrud Hirschi

Fotos: Pinterest

www.yogajournal.com

www.yogananda.com.au

www.wikipedia.com


Tags:


Compartilhar:

Comentários ()

Rua Almirante Pedro Álvares Cabral, 138
Jardim Cuiabá - Cuiabá - MT
Veja a Localização no mapa
casaomcba@gmail.com

INSCREVA-SE